Fábrica

Escola

Teoria e Prática Para a Vida

HISTÓRICO

Contemplada pelo Conselho Nacional de Justiça com o Selo do Projeto Começar de Novo

 

Implantada Fundação Deusmar Queirós em parceria coma Universidade Estadual do Ceará (UECE), a Fábrica escola nasceu da ideia de ajudar uma parcela da população que é constantemente excluída e esquecida pelas políticas públicas. Desde o dia 03 de Abril de 2013, data de sua inauguração, o projeto visa reintegrar detentos em regime semiaberto, aberto, egressos do sistema penitenciário do Estado do Ceará e seus familiares à sociedade.

Com uma estratégia operacional que promove a ressocialização do apenado com humanismo, disciplina e trabalho, a Fábrica Escola quebra paradigmas ao tentar diminuir o preconceito social e transformar vidas através de oportunidades.

Além do apoio psicossocial, pedagógico, psicológico, assistência jurídica e médico-odontólogica, há atividades espirituais e de lazer, capacitação profissional, oficina de ensino, aprendizagem e produção, sempre com foco no empreendedorismo e segundo a vocação profissional dos beneficiários, que possuem uma carga de 11 horas por dia, de segunda à sexta, e um expediente de um turno aos sábados e domingos, durante 18 meses, com direito a um bolsa-salário (3/4 do salário mínimo), três refeições diárias, vale-transporte e cesta básica.

Para se manter, o programa não conta com recursos públicos, mas com uma conjunção de esforços da comunidade empresarial em parceria do Poder Judiciário, por meio das Varas de Execução Penal, de Penas Alternativas, e Habeas Corpus e da Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará, além da ajuda de pessoas anônimas e da imprescindível contribuição dos voluntários, que doam um pouco do seu tempo e saber àqueles que estão recomeçando.

Os resultados alcançados com os primeiros módulos do projeto são bastantes significativos e motivadores; com a inserção de dezenas de reeducandos devidamente ressocializados e inseridos no mercado formal de trabalho.

INSTITUCIONAL

 

Missão

Ressocializar apenados do regime semiaberto, aberto e egressos do sistema penitenciário do Estado do Ceará e seus familiares com humanismo, disciplina e trabalho.

Visão

Trabalhar com a relevância da palavra VOLUNTARIADO, pela atitude cívica de contribuir na construção de um destino com as próprias mãos e assim transformar vidas.

Valores

Ética                                         Transparência

Humanização                          Disciplina

Respeito                                  Trabalho

Meta

Ressocializar os apenados e seus familiares.

Potencialidade

  • Diminuir o índice de retorno ao cárcere

  • Formar mão de obra originária do cárcere, com foco no empreendedorismo.

  • Estimular e orientar a formação de trabalho cooperativado.

Sustentabilidade

A Fábrica Escola é um projeto que se dedica a resolver um grave problema social. Torná-lo autossustentável é garantir o cumprimento de suas metas ao longo dos anos.

OPORTUNIDADE

 

O reeducando inserido no projeto tem a oportunidade de participar de vários cursos e oficinas de ensino e aprendizagem, capacitando-se a partir de habilidades e aptidões pessoais, tornando sua inserção no mercado de trabalho qualificativo e competitiva.

Transformação

A oferta sistemática de cursos e treinamentos em serviços geram competências para o mercado de trabalho e independência financeira.

Cursos

  • Produção de artesanatos

  • Bijuterias

  • Costura

  • Informática básica

  • Educação de jovens e adultos

  • Modelagem em cabaças

  • Produção de vassouras de garrafas PET

  • Serigrafia

  • Artes ecologicamente corretas em madeira e MDF

Convivência

Os familiares dos reeducandos também são beneficiados no projeto. Mulheres, filhos e demais parentes são recebidos em oficinas sociais grupais, juntos, descobrem novos caminhos para seguir.

VOLUNTARIADO

 

Prestar serviços voluntários aos reeducandos da Fábrica Escola é prazeroso e gratificante. Você pode ajudar centenas de pessoas a reescreverem sua história doando apenas um pouco do seu tempo.

Dúvidas